Usamos cookies para melhorar sua experiência no nosso site, acesse nossa Política de Privacidade e saiba mais. Ao usar o nosso site, você concorda com nossa política.

Aceitar Rejeitar

IDOSOS E NOVAS TECNOLOGIAS

por Gigi em 19 de setembro de 2019


Um estudo com 100 idosos com mais de 65 anos, escolhidos ao acaso, realizado pela Terapeuta Ocupacional Taiuani Marquine Raymundo, na sua pesquisa de mestrado na faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP), analisou o nível de aceitação da tecnologia, assim como os fatores que poderia influenciar na utilização de celulares e dispositivos.



Fatores como a frequência que este público está disposto a se relacionar com a tecnologia, renda financeira, uso e linguagem das tecnologias foram levados em consideração para o resultado do estudo.



Esse estudo mostrou que, a população idosa, em sua maioria, aceita novas tecnologias, mas que por mais que seja uma abertura a acessibilidade, os próprios aparelhos criam barreiras de utilização, como botões e letras pequenas, além dos idiomas estrangeiros.



Um dos fatores que mais implicou na rejeição da tecnologia é o fato na interação não ser estimulada mais cedo. Pois essas tecnologias surgiram na vida dos idosos, uma vez que eles já eram adultos ou até mesmo maduros, o que influencia nas dificuldades de utilizar cotidianamente.



O estudo também chama a atenção para a necessidade de mais iniciativas voltadas à inclusão digital com o objetivo de desmitificar os aparelhos tecnológicos para todos.



O projeto desenvolvido pela FMRP pelo curso de Terapia Ocupacional em conjunto com o curso de Informática Biomédica em conjunto com o curso de informática Biomédica tem como objetivo de instrumentalizar idosos para utilizarem tecnologias do cotidiano, o que inclui celulares, câmeras digitais, controles remotos, computadores e aparelhos de cozinha.



INDEPENDÊNCIA TECNOLÓGICA



É fundamental a população de
conscientizar da importância de os idosos lidarem com as tecnologias e
tornarem-se ainda mais independentes cotidianamente, aumentando a qualidade de
vida, autonomia e confiança dessa classe.



Esse aspecto vai de encontro com a Longevidade Expo + Fórum 2019 que inicia na semana que vem, no dia 29/09 e vai até o dia 01/10. Esse evento irá debater os desafios resultantes do aumento da longevidade  e como a sociedade e a economia estão se organizando para atender a esses  novos consumidores, que são mais maduros e exigentes.



Participe e faça o seu
credenciamento em: https://longevidade.byinti.com/



Nós do SCAElife, marcaremos presença no evento, como um dos expositores, venha conhecer a nossa solução. Ficou curioso, acesso também o nosso site.



https://scaelife.com.br/






Referências: https://www5.usp.br/35129/pesquisa-tenta-entender-a-complicada-relacao-entre-idosos-e-tecnologia/



Imagem por: Edu Carvalho




Sobre o Autor

Gigi

Blogueira

Blogueira entendida das tendências relacionadas a Melhor Idade. Muito vaidosa e sempre plugada nas novidades. Gosta de ajudar os outros e é a personagem direcionadora de notícias do Blog. Tem alguma dúvida relacionada a esse meio? Sugira um tema a Gigi.

Tags:



Leia mais: