Usamos cookies para melhorar sua experiência no nosso site, acesse nossa Política de Privacidade e saiba mais. Ao usar o nosso site, você concorda com nossa política.

Aceitar Rejeitar

Crescimento da profissão de Cuidador de Idosos

por Gigi em 27 de junho de 2019


Em paralelo ao envelhecimento da população Brasileira, que segundo o IBGE, deve mais que dobrar até 2050, a procura pelos cursos para Cuidadores de Idosos aumentou 84% em 2018.



Um outro fator que contribuiu para este crescimento de 547%  na profissão de cuidador de idosos foi a aprovação no Congresso Nacional, em maio, do projeto de lei 11/2016, que regulamentou a profissão de cuidador de idosos, crianças e pessoas com deficiência ou doenças raras.



REGULAMENTAÇÃO DA PROFISSÃO



O plenário aprovou no dia 21 de maio o projeto de lei que regulamenta a profissão
de cuidador de idosos, crianças e pessoas com deficiência ou doenças raras.  Esses profissionais deverão ter o ensino
fundamental completo e curso de qualificação naarea, além da idade mínima de 18
anos, bons antecedentes criminais, atestado de aptidão física e mental.



A atuação desses profissionais poderá ser em residências, comunidades ou instituições.



Leia Também: QUAL É O PAPEL DO CUIDADOR DE IDOSOS NAS ILPIs



Esse constante crescimento na procura por cursos e profissionais, leva ao aumento também na exigência de qualificação, inclusive na lei recém- aprovada, o perfil de cuidador mudou. Antes atribuía-se as pessoas mais próximas, como parentes e amigos, sem formação técnica. Agora existem cada vez mais profissionais multidisciplinares, treinados sobre legislação, situações emergenciais e primeiro socorros.



CUSTO X SALÁRIO



A média de preços dos cursos para os cuidadores é de R$200,00 a R$400,00 reais e tem duração de cerca de 09 a 12 meses. O curso Cuidador de Idoso oferecido pelo SENAC, tem carga horária de 160 horas e pode chegar a R$1.152,00.



O salário desse profissional varia entre R$1.000,00 e R$1.400,00 dependendo da região do país e do regime de trabalho segundo a Catho, sendo o piso salarial de R$998,00 para as jornadas semanais de 42 horas, segundo o Caged.



Devemos destacar também que, o ganho para os idosos e os familiares com as novas competências desses profissionais é muito grande, com a prevenção de doenças, o estimulo a autonomia dos idosos e o cuidado mais humanizado.






Imagens por: Dominik Lange



Referências: https://valorinveste.globo.com/produtos/previdencia-privada/noticia/2019/06/25/com-alta-de-547percent-cuidador-de-idoso-e-a-profissao-que-mais-cresce-no-pais.ghtml






Sobre o Autor

Gigi

Blogueira

Blogueira entendida das tendências relacionadas a Melhor Idade. Muito vaidosa e sempre plugada nas novidades. Gosta de ajudar os outros e é a personagem direcionadora de notícias do Blog. Tem alguma dúvida relacionada a esse meio? Sugira um tema a Gigi.

Tags:



Leia mais: