Usamos cookies para melhorar sua experiência no nosso site, acesse nossa Política de Privacidade e saiba mais. Ao usar o nosso site, você concorda com nossa política.

Aceitar Rejeitar

Alimentos que contribuem para prevenção do Alzheimer.

por Gigi em 28 de fevereiro de 2018

Alzheimer é um tipo de demência que causa problemas com memória, pensamento e comportamento.

Os sintomas geralmente se desenvolvem lentamente e pioram ao longo do tempo, tornando-se grave o suficiente para interferir com as tarefas diárias.

Mas a doença de Alzheimer não é apenas uma doença da velhice. Até 5% das pessoas com a doença têm início precoce de Alzheimer (também conhecido como início mais jovem), que muitas vezes aparece quando alguém está em seus 40 ou 50 anos.

A demência é progressiva, e inicia-se quando as células do cérebro são danificadas. Uma vez que as células não podem se comunicar umas com as outras, o corpo não pode funcionar corretamente. A nutrição adequada é importante para manter o corpo forte e saudável, assim como fornece nutrientes essenciais para nosso cérebro funcionar bem. Para uma pessoa com doença de Alzheimer ou demência, a má nutrição pode aumentar os sintomas comportamentais.

Veja abaixo alguns alimentos que contribuem para prevenção dessa doença:

– Curcuma

Um estudo mostrou que a curcumina, presente na cúrcuma, é uma substância eficaz que remove placas de proteína no cérebro. As placas no cérebro contribuem para a degradação de células cerebrais e levam à doença de Alzheimer.

-Azeite de oliva extra virgem

Ele contém uma substância chamada oleocanthal que ajuda a aumentar a produção de proteínas chaves e enzimas que ajudam a quebrar as placas beta-amiloide associadas com o mal de Alzheimer.

-Frutas vermelhas

Estas frutas contêm antocianina que protege o cérebro dos danos causados ​​pelos radicais livres. Eles também têm propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes, e contêm grande quantidade de vitamina C e E.

-Espinafre

O espinafre é rico em um antioxidante chamado luteína, que contribui para proteger contra o declínio cognitivo. De acordo com um estudo feito na Austrália, que envolveu mais de 200 mulheres, comer alimentos ricos em vitamina B6 e folato (ambos encontrados no espinafre) pode ajudar a melhorar a sua memória de curto prazo e a capacidade mental.

-Brócolis

O brócolis contém dois nutrientes que podem ajudar a melhorar a função cerebral. A vitamina K, ajuda a reforçar as capacidades cognitivas, e a colina, contribui para melhorar a memória. Ele também inclui uma porção considerável de ácido fólico, que pode ajudar a evitar a doença de Alzheimer.

-Nozes

As nozes são repletas de anti-inflamatórios naturais, e são uma fonte boa de ácido alfa-linolênico (ALA). Essa substância promove o fluxo de sangue, que por sua vez permite a entrega eficiente de oxigênio para o cérebro.

-Peixes oleosos

De acordo com estudos, consumir uma média de três porções de peixes oleosos, tais como o salmão, sardinha e arenque, por semana, pode ajudar a reduzir em quase 50% o risco de doença de Alzheimer e demência, isso ocorre porque eles são ricos em ácidos graxos ômega 3, que ajuda o cérebro a ficar em forma.

-Vegetais de folhas verdes

Os vegetais, especialmente os de folhas verdes, como espinafre, couve, e vegetais crucíferos, como brócolis e couve flor, têm sido fortemente associados a níveis mais baixos de declínio cognitivo em idades avançadas, de acordo com um estudo na revista Annals of Neurology.

-Café e chocolate

Estudos recentes mostraram que a cafeína do café e do chocolate amargo, pode ser utilizada como agente terapêutico contra a doença de Alzheimer e a demência. A cafeína e os antioxidantes destes dois alimentos podem ajudar a combater a perda de memória relacionada com a idade.

É claro que o consumo desses alimentos precisa ter uma constância para que se consiga ter os benefícios citados acima, e também deve estar associado a um estilo de vida saudável, com sono regular, atividade física etc.

Mas vale a pena investir em uma alimentação saudável e mais natural (com o mínimo de produtos industrializados) tanto para prevenção quanto para tratamento do Alzheimer.

Deixe seu comentário, até mais!




Foto por: Tim & Selena Middleton




Saiba mais:

Problema de esquecimento? Veja nossas dicas de como manter a memória saudável.

7 sinais da doença de Alzheimer



Sobre o Autor

Naira C. Furlan Zago

Nutricionista (CRN: 20947)

Nutricionista Clinica graduada na Uniara e pós graduada na USC. Trabalhou no hospital Beneficência Portuguesa de Araraquara por 10 anos como responsável técnica pelo sistema de fornecimento de refeições a pacientes e funcionários, atendimento hospitalar e ambulatorial. Atualmente atua em consultório com atendimento ambulatorial individualizado, com tratamento de obesidade com cirurgia bariátrica e  BIG

Tags:



Leia mais: