Usamos cookies para melhorar sua experiência no nosso site, acesse nossa Política de Privacidade e saiba mais. Ao usar o nosso site, você concorda com nossa política.

Aceitar Rejeitar

Câncer de Mama, precisamos falar sobre isso

por Gigi em 10 de outubro de 2018

Sabemos que, a população idosa tem aumentado e a expectativa tem sido maior nos últimos anos. Um levantamento realizado pela Escola Pública de Saúde da Fundação Oswaldo Cruz revela que, o número de casos de mulheres com câncer de mama acima dos 60 anos vem crescendo nos últimos anos. Segundo este levantamento, essas mulheres com mais de 60 anos acham a mamografia desnecessária. Essa seria uma das principais causas do crescimento de 40% dos casos de câncer de mama em mulheres com essa faixa etária.

O câncer de mama é o segundo tipo de câncer mais frequente no mundo e o mais comum entre as mulheres, o que equivale a cerca de 22% dos novos casos. A idade continua sendo um dos mais importantes fatores de risco. As taxas de incidência aumentam rapidamente até os 50 anos, e posteriormente, esse aumento ocorre de forma mais lenta.

Curiosidade:

O estado brasileiro com maior incidência do câncer de mama é o Rio Grande do Sul, são 90 a cada 100 mil habitantes.

Quais os sinais?

O Câncer de mama pode ser encontrado através do autoconhecimento, mamografia e ultrassom de mamas. Embora os sinais a seguir também estejam relacionados a doenças benignas da mama, é importante procurar auxílio médico sempre que apresentar:


  • Nódulo fixo e, geralmente, idolor na mama;

  • Nódulo pequeno nas axilas ou pescoço;

  • Pele na mama avermelhada;

  • Alterações no mamilo;

  • Produção de líquido anormal na mama;


Quando fazer a mamografia?

O Ministério da Saúde recomenda que, entre os 50 e 69 anos de idade a mamografia seja feita a cada dois anos. No entanto, para mulheres que apresentam alto risco de desenvolver câncer de mama, como histórico familiar e alterações de genes, é aconselhável acompanhamento médico e recomendações individuais.

Como prevenir?

O INCA (Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva) afirma que, a prevenção totalmente não é possível em função da multiplicidade dos fatores da doença e o fato de alguns não serem modificáveis. A prevenção baseia-se no controle dos fatores de risco e na estimulação do fatores preventivos – alimentação, nutrição e atividade física – que são responsáveis por reduzir em até 28% o risco de desenvolver a doença. O controle de peso e prevenção de obesidade, além da redução no consumo de bebidas alcoólicas são recomendações básicas para prevenir o câncer de mama.

A amamentação é um fator considerado protetor

A terapia de reposição hormonal (TRH), quando estritamente necessária, deve ser feita sob rigoroso controle médico e pelo mínimo de tempo necessário.

Outubro Rosa

Um movimento popular internacional, que teve início na década de 1990 para estimular a participação da população no controle do câncer de mama. Anualmente, várias atividades são realizadas com o objetivo de compartilhar informações sobre o câncer de mama, promover a conscientização sobre a doença, proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e tratamento e contribuir para a redução da mortalidade.

 

OLHE, SINTA E PERCEBA SUAS MAMAS NO DIA A DIA

Foto: Divulgação/Ministério da Saúde

Foto: Divulgação/Ministério da Saúde






Referências:

http://www.brasil.gov.br/noticias/saude/2016/09/outubro-rosa-alerta-para-o-diagnostico-precoce-do-cancer-de-mama?utm_source=blog&utm_campaign=rc_blogpost

http://www.pastoraldapessoaidosa.org.br/index.php/23-news/462-cancer-de-mama-e-a-pessoa-idosa-prevencao-ainda-e-o-melhor-remedio

http://www.batalhadoras.org.br/artigo/245/artigo–cancer-de-mama-na-terceira-idade–um-risco-real#.W73zIHtKjIU

http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/tiposdecancer/site/home/mama/prevencao?utm_source=blog&utm_campaign=rc_blogpost

Foto por: marijana1



Sobre o Autor

Gigi

Blogueira

Blogueira entendida das tendências relacionadas a Melhor Idade. Muito vaidosa e sempre plugada nas novidades. Gosta de ajudar os outros e é a personagem direcionadora de notícias do Blog. Tem alguma dúvida relacionada a esse meio? Sugira um tema a Gigi.

Tags:



Leia mais: