Cuidados com alimentação do idoso com diabetes

por Gigi em 1 de novembro de 2016
Naira C. Furlan Zago

Nutricionista (CRN: 20947)

Sabemos que hoje a incidência do diabetes em nossa população vem crescendo amplamente. Esse aumento também se dá na população idosa.

O diabetes é uma doença que não tem cura, mas podemos controlá-la e viver muito bem com ela.

Mas imaginem, que, para um adulto jovem não é fácil controlar a alimentação e resistir às tentações de uma dieta restrita em carboidratos (açúcares, doces, massas, pães, bolos etc), imaginem então para um idoso? Que já tem dificuldades para mastigar, falta de apetite (muitas vezes), diminuição do paladar por medicamentos, entre outros fatores que limitam a alimentação desse idoso.

Por isso é que precisamos ter um cuidado maior com a variedade e quantidade dos alimentos que o idoso irá comer.

Normalmente os alimentos que fazem parte da rotina alimentar dos idosos são pães, bolos e bolachas simples (água e sal ou maisena).

Alimentos fonte de carboidratos que estão presente em pelo menos 3 refeições ao dia, café da manhã (pão com manteiga + leite com café) e nos lanches da tarde e noite (bolachas ou bolos simples com café).

Sendo assim nos restam apenas 2 refeições (almoço e jantar), para incluir uma grande variedade e quantidade de nutrientes.

Precisamos então melhorar a oferta de alimentos. Mas como? Intercalando esses alimentos fonte de carboidratos com alimentos ricos em fibras, vitaminas, minerais e proteínas.

Uma boa troca seria por exemplo no lanche da tarde oferecer um bom suco natural ou uma fruta com uma fatia de queijo branco ou iogurte com pedaços de frutas.

Podemos também oferecer no lanche da noite um leite batido com frutas e se for necessário podemos incluir suplementos para enriquecer ainda mais esse lanche.

Para o jantar a sopa de legumes é uma ótima opção. Tem consistência mole, o que facilita a mastigação e é uma preparação muito bem aceita pelos idosos. Nela podemos incluir carnes e vários tipos de legumes e verduras, deixando assim a refeição rica em vitaminas. Mas cuidado, a sopa também pode prejudicar nosso idoso diabético se nela tiver mais de uma fonte de carboidrato (batata, macarrão, mandioca, mandioquinha, cará, inhame, arroz), por isso é preciso planejar bem os ingredientes dessa preparação.

O importante é oferecer alimentos mais nutritivos (frutas, verduras e legumes) distribuídos em todas as refeições do dia.

O uso do adoçante para o paciente diabético também é indispensável, e hoje temos adoçantes mais naturais que tem um sabor bem parecido com açúcar e que não prejudicam outras doenças que o idoso possa ter, como por exemplo a hipertensão. Os adoçantes a base de Stevia são os mais indicados para nossos idosos.

O cuidado com o idoso diabético deve ser ainda maior se ele estiver acima do peso.

Incentivar atividade física com uma alimentação balanceada é muito importante!!!

Participe também, deixe sua opinião, sugestão e críticas.

Até a próxima.




Foto por: Erica Kris

Naira C. Furlan Zago

Nutricionista (CRN: 20947)

Nutricionista Clinica graduada na Uniara e pós graduada na USC. Trabalhou no hospital Beneficência Portuguesa de Araraquara por 10 anos como responsável técnica pelo sistema de fornecimento de refeições a pacientes e funcionários, atendimento hospitalar e ambulatorial. Atualmente atua em consultório com atendimento ambulatorial individualizado, com tratamento de obesidade com cirurgia bariátrica e  BIG



Artigos relacionados

Por que alguns idosos ficam “ranzinzas” e “chatos”?

Sabe aquelas crenças em relação às pessoas idosas, […]

Combate às drogas e ao alcoolismo no idoso

Dia 20 de fevereiro comemoramos o Dia Nacional […]

Para 2022, desejo que a atividade física seja seu remédio

Já faz dois anos que sobrevivemos a essa […]

Gentileza, tolerância e paz, uma realidade distante?

De coração, quero acreditar que a resposta para […]

Gigi noticia



Pariticipe do nosso blog

Sugira um tema para a Gigi

Fique por dentro!

Inscreva-se para receber nossas newsletter e todas as novidades do Blog da Gigi.

Siga nossas redes sociais





© 2015 - 2022 Scaelife. Todos os direitos reservados.

Scaelife