Cuidados: Temas essenciais sobre a saúde dos idosos

por Gigi em 12 de abril de 2017
Rita Cassia Ismail

Enfermeira (COREN: 0148972)

No post anterior falamos da saúde da mulher, por ter sido o dia internacional da mulher. Hoje, vamos direcionar esse post para as pessoas que cuidam dos seus idosos, pacientes ou acompanhantes. A Organização Mundial de Saúde (OMS) prevê que, até 2025, o planeta tenha 1,2 bilhões de idosos. Em aproximadamente dez anos, o Brasil será o sexto país no mundo em número de pessoas acima dos 60 anos.


Tão importante quanto viver mais, é viver bem. Cuidar da saúde proporciona, além da longevidade, uma vida com mais qualidade. Tratar o idoso com respeito é entender como ele é. Todo mundo envelhece. E para quem tem um familiar idoso em casa, além de tomar os cuidados já tradicionais do dia a dia, é preciso tratar de alguns assuntos que, muitas vezes, acabam passando despercebidos.


Os golpes aplicados contra idosos, os cuidados com a saúde e a depressão e, claro, a vontade de quem está na melhor idade são assuntos que devem ser discutidos em casa.


Vamos citar alguns temas que devemos conversar com eles:


Saúde emocional: É comum nessa idade, eles deixarem seus empregos e a rotina que tinham antes. Infelizmente muitas pessoas começam a apresentar problemas de saúde e a saúde emocional é um fator que não pode ser deixado de lado. É essencial, estimular para atividades que estimulam o cérebro e terapias ocupacionais são muito eficazes, principalmente para aqueles que não têm muito contato com familiares e entes próximos. Manter a mente sempre ativa e passar mais tempo com outras pessoas, promovem a saúde cerebral e deixam o sistema imunológico mais forte e melhoram o humor;


Alimentação saudável: Manter uma alimentação saudável, com fibras, nutrientes e poucas gorduras saturadas é essencial. É muito importante manter-se saudável para ter uma boa qualidade de vida. Temos dicas da nossa nutricionista.


Exercício/ atividade física: Atividades em grupo podem ser muito benéficas para o idoso, pois ajuda a melhorar seu condicionamento físico e bem-estar, além de influenciar na motivação pessoal e disciplina do indivíduo. É importante ressaltar que os exercícios devem ser previamente indicados e aprovados pelo cardiologista. Sempre há um tipo de exercício que o idoso possa fazer, mesmo que em uma cadeira. Incentive para que adicionem exercícios em seu cotidiano;


Avaliação médica: Todo idoso deveria ser acompanhado por um médico geriatra ou clínico geral. Devem ser avaliados anualmente ou quando sentir algo diferente. É muito importante que, mesmo se sentindo saudáveis, as pessoas na terceira idade passem em consultas.


Alguns exames recomendados para as pessoas na terceira idade mas precisa ser avaliado e solicitado pelo médico:


Exames laboratoriais: como hemograma, urina, ureia e creatinina (para verificar como está a função dos rins), TSH e T4 (para avaliar a tireoide), glicemia (açúcar no sangue), entre outros de acordo com a avaliação médica;


Mamografia (exames das mamas): A mamografia deve ser realizada com o objetivo de detectar possíveis alterações precocemente.


PSA e exame do toque retal: PSA é o exame de sangue que detecta possíveis alterações na próstata (exame realizado para os homens); 70% dos canceres de próstata acontecem após os 60 anos. Quem tem história na família deve ter um acompanhamento mais rigoroso.


Densitometria Óssea: para detectar e prevenir a osteoporose. No processo de envelhecimento há uma perda de massa óssea, deixando os ossos mais frágeis, com isso tendo a possibilidade do aumento de fraturas, principalmente dos ossos longos como o fêmur. Atentar para as mulheres que tem mais probabilidade de fratura do que no homem.


Exames cardiológicos: para diagnosticar algumas alterações no coração e verificar o condicionamento físico para realização das atividades físicas;


Colonoscopia: exame para verificar o intestino;


Opção de moradia: Converse com eles e pergunte o que preferem: permanecer na casa atual, se mudar para uma menor ou viver em um condomínio? Quando é preciso cuidado, conversem sobre ajuda domiciliar ou mudança para uma instituição de longa permanência;
Crimes e fraudes: os idosos são alvos fáceis para os criminosos. Golpes e vendas destinadas às pessoas mais velhas podem causar prejuízos. Conversar e orientar é fundamental;
Mudança na casa: reparos podem ser feitos para segurança e conveniência do idoso, não deixe objetos soltos no caminho como tapetes, fios, mesinhas.
Ajude o seu familiar a ter uma vida mais saudável!


Deixe sua sugestão e comentários…


Até a próxima!




Foto: Débora Araújo


 





DICAS PARA AVALIAÇÃO CLÍNICA DE IDOSOS

Rita Cassia Ismail

Enfermeira (COREN: 0148972)

Graduada pela Fundação Educacional de Fernandópolis - SP, Educadora em Diabetes, qualificada pelo Projeto Educando Educadores em 2008, Especialista em "Unidade Cardiológica e Hemodinâmica" pela Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto - FAMERP em 2010 e, "Ativação de Processos de Mudança na Formação Superior de Profissionais de Saúde" pela Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca - ENSP - FIOCRUZ em 2010, Mestre em Ciências da Saúde pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto - USP/ SP em 2015 e atualmente Coordenadora da Unidade de Terapia Intensiva do Hospital São Paulo - Unimed Araraquara



Artigos relacionados

Coceira e desidratação em idosos

A pele é o maior órgão do corpo […]

Meu residente sofreu AVC, e agora?

Dia 29 de outubro comemoramos o Dia Mundial […]

ATENÇÃO AOS PÉS DOS PACIENTES DIABÉTICOS

Você já ouviu a expressão “Pé Diabético”? Sabe […]

Confusão Mental Aguda em Idosos – Você já ouviu falar de Delirium?

O artigo de hoje vai tratar de uma […]

Gigi noticia



Pariticipe do nosso blog

Sugira um tema para a Gigi

Fique por dentro!

Inscreva-se para receber nossas newsletter e todas as novidades do Blog da Gigi.

Siga nossas redes sociais





© 2015 - 2022 Scaelife. Todos os direitos reservados.

Scaelife