Dentadura!

por Gigi em 29 de novembro de 2016
Daniel Bellenzani Mathias

Cirurgião Dentista (CROSP: 93601)

Com o passar do tempo algumas pessoas acabam perdendo todos os dentes como resultado final de diversos problemas bucais como cáries e problemas periodontais. Evidentemente é mais comum com a idade mais avançada devido a anos de uso, descuido ou ainda causado por algum problema. Dessa maneira, a inflamação constante da gengiva que destrói o osso que suporta os dentes, e a cárie que compromete a estrutura do próprio dente, leva a perda dos mesmos quando não tratados adequadamente, podendo chegar à invalidez oral. Hoje em dia a perda total dos dentes é menos comum do que há alguns anos, devido ao desenvolvimento de diversos tipos de tratamento e da abordagem preventiva atual. Assim com a possibilidade de prevenir e tratar problemas, que antes comprometiam os dentes, mesmo pessoas com mais idade permanecem com a maior parte dos dentes, e não é raro encontrar idosos com quase todos os dentes saudáveis.

Mas para aqueles que foram acometidos por sérios problemas bucais que resultaram na perda total dos dentes, existe um tratamento reabilitador muito utilizado até hoje que é a Prótese Total Removível, ou mais comumente chamada de Dentadura. As Próteses Totais são apoiadas na gengiva remanescente onde ficavam os dentes, e ficam em posição devido a uma pressão criada entre prótese, saliva, gengiva e controle muscular. São confeccionadas com resinas próprias e dentes pré-fabricados, e apesar de ser um tratamento relativamente simples exige uma rigorosa técnica de confecção, pois ela repõe estruturas importantes da mastigação, fala e estética, sempre tentando aproximar ao máximo de estruturas naturais. Não é possível dizer que uma prótese recupera totalmente a função desempenhada pelos dentes naturais, ela recupera em parte essa função e até muito bem a estética, mas não se compara com a dentição natural saudável, por isso, a prática de uma boa prevenção ao longo dos anos é a melhor maneira de possuir dentes saudáveis mesmo com o avanço da idade.

A função da gengiva e rebordo alveolar (osso) é sustentar e proteger os dentes, ou seja, quando ocorre a perda de dentes eles sofrem uma atrofia ao longo do tempo, o volume do osso diminui e a gengiva fica flácida, tudo isso devido à falta do dente que estimulava essas estruturas. Como as Próteses Totais são assentadas nesse rebordo alveolar remanescente, quanto maior seu volume e mais firme a gengiva, mais estabilidade a prótese vai ter. Próteses em rebordos muito finos e baixos não param direito, e a falta de saliva também atrapalha, pois é fundamental para a “pressão” criada entre prótese e gengiva. Desta maneira a remoção de dentes perdidos e procedimentos cirúrgicos mais conservadores devem ser feitos com a intenção de preservar essas estruturas que serão muito importantes em pessoas que desejam  ser reabilitadas com o uso de qualquer tipo de próteses odontológicas, principalmente as Totais Removíveis.

As Próteses superiores tem mais estabilidade que as inferiores, pois possui o palato (“céu da boca”) fechado e consequentemente maior área para se prenderem. Já a inferior tem uma menor área e a musculatura da língua, que acaba empurrando ela do lugar. Por isso é muito comum o uso de Próteses Totais superiores e na parte inferior o uso de implantes para auxiliar na fixação de próteses, mas isso é assunto para um próximo post.

Próteses Totais são economicamente acessíveis, e proporcionam uma reabilitação de pessoas que perderam todos os dentes de maneira satisfatória, desde que seja efetuada com um bom plano de tratamento e realizada dentro do rigor das técnicas de reabilitação oral desenvolvidas ao longo dos anos.


Foto por: Kathy McGraw

Daniel Bellenzani Mathias

Cirurgião Dentista (CROSP: 93601)

Graduado em Odontologia pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” UNESP - Campus de Araraquara. Especialista em Implantodontia pela APCD Araraquara/SP.  Atua em Consultório Particular desde 2008.



Artigos relacionados

Cohousing – modelo de moradia e vida que combina privacidade com comunidade

O que é o cohousing? O cohousing é […]

Por que alguns idosos ficam “ranzinzas” e “chatos”?

Sabe aquelas crenças em relação às pessoas idosas, […]

Combate às drogas e ao alcoolismo no idoso

Dia 20 de fevereiro comemoramos o Dia Nacional […]

Para 2022, desejo que a atividade física seja seu remédio

Já faz dois anos que sobrevivemos a essa […]

Gigi noticia



Pariticipe do nosso blog

Sugira um tema para a Gigi

Fique por dentro!

Inscreva-se para receber nossas newsletter e todas as novidades do Blog da Gigi.

Siga nossas redes sociais





© 2015 - 2022 Scaelife. Todos os direitos reservados.

Scaelife