Dentadura não para, e agora?

por Gigi em 3 de janeiro de 2017
Daniel Bellenzani Mathias

Cirurgião Dentista (CROSP: 93601)

As Próteses Totais ou Dentaduras são limitadas em relação à qualidade de sua retenção devidos a fatores já discutidos anteriormente no post “Dentadura!”, assim em algumas pessoas as Próteses não param direito, principalmente as inferiores.

Para melhorar a qualidade de retenção entre a prótese e a gengiva existe uma opção, as chamadas Sobredentaduras ou Overdentures. Esse tipo de Prótese pode ser confeccionada nas duas arcadas, mas é mais utilizada principalmente na arcada inferior, justamente onde as próteses totais tem grande dificuldade na retenção.

Overdentures são essencialmente Próteses Totais presas com auxílio de conexões protéticas instaladas sobre dentes remanescentes ou em implantes. Essas Próteses não são fixas, devendo ser removidas ao longo do dia para realizar a higiene, somente as conexões nos dentes ou implantes são fixas, devendo ser higienizadas nos locais com fio dental e escova. São necessários pelo menos dois pilares para sustentar esses suportes, no caso de dentes, normalmente são usados os caninos, onde são cimentados núcleos fundidos que dão suporte às conexões. Já no caso de implantes, os mesmos são instalados também nessas regiões, e sobre eles parafusadas as conexões.

Existem dois tipos de conexões principais:

1 – O’ring: nesse tipo de conexão os pilares fixos são instalados sobre dois dentes ou implantes individualizados que vão se encaixar como um sistema macho-fêmea, onde um pilar é fixo e seu encaixe é preso na parte de baixo da Prótese.

2 – Barra clip: nesse tipo de conexão também são utilizados no mínimo dois pilares, unidos por uma barra fundida fixa. Por baixo da Prótese é utilizado um clip que se prenderá à barra por pressão.

Em ambos os casos existem conexões fixas presas aos dentes ou implantes que se encaixam em seus suportes em baixo das Próteses, necessitando de cuidados e manutenção. Quando a Prótese é colocada em posição e pressionada contra a gengiva existe uma conexão por pressão nesses componentes que auxilia muito na estabilidade da Prótese, principalmente durante a mastigação, mas resíduos de alimentos ficam presos entre a gengiva e a Prótese e em volta dos suportes. A Prótese não fica fixa, existe certa mobilidade, pois continua sendo uma Prótese Removível, porém bem mais estável.

Por serem conexões por pressão, e por serem removidas constantemente, os componentes se desgastam exigindo uma manutenção constante como troca de clips ou dos anéis de o’rings. A escolha do tipo de conexão é muito individual, mas o sistema com o uso de clips é mais estável e exige menos manutenção em comparação ao o’ring.

Para pessoas com dificuldade de adaptação com Próteses Totais convencionais a Overdenture pode proporcionar um maior conforto e segurança no uso de próteses, mesmo elas ainda sendo removíveis.

Participe também, deixe sua opinião, sugestão e críticas.

Até a próxima.


Referência:

Foto Modificada do Autor: CucombreLibre

Daniel Bellenzani Mathias

Cirurgião Dentista (CROSP: 93601)

Graduado em Odontologia pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” UNESP - Campus de Araraquara. Especialista em Implantodontia pela APCD Araraquara/SP.  Atua em Consultório Particular desde 2008.



Artigos relacionados

Gentileza, tolerância e paz, uma realidade distante?

De coração, quero acreditar que a resposta para […]

Novembro Azul: Vamos falar sobre a saúde do homem?

o exterior a campanha do novembro azul é […]

A importância do autocuidado

Nesse post de hoje gostaria de refletir com […]

Como deve ser a casa do idoso?

Você concorda que a sua casa é o […]

Gigi noticia



Pariticipe do nosso blog

Sugira um tema para a Gigi

Fique por dentro!

Inscreva-se para receber nossas newsletter e todas as novidades do Blog da Gigi.

Siga nossas redes sociais





© 2015 - 2022 Scaelife. Todos os direitos reservados.

Scaelife