Maus tratos?

por Gigi em 14 de março de 2018
Amanda Coleone

Assistente Social (CRESS:53.047)

Na minha profissão de assistente social nos deparamos diariamente com várias situações que nos obrigam a repensar certos valores.

Iniciaremos nosso texto com o DISQUE 100:

O que é? De acordo com o site do Ministério dos Direitos Humanos: “É um serviço de utilidade pública do Ministério dos Direitos Humanos (MDH), vinculado a Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos, destinado a receber demandas relativas a violações de Direitos Humanos, em especial as que atingem populações com vulnerabilidade acrescida, como: Crianças e Adolescentes, Pessoas Idosas, Pessoas com Deficiência, LGBT, Pessoas em Situação de Rua e Outros, como quilombolas, ciganos, índios, pessoas em privação de liberdade.”.

Ou seja, uma central que recebe denúncias, que podem ser anônimas ou não, sobre situações diversas de violência, negligência, maus tratos e etc.

Essas denúncias são repassadas à um órgão público do município do denunciante para que verifique o que foi narrado.

Recentemente em minhas atividades profissionais, recebemos uma denuncia de que um idoso estava sofrendo maus tratos pelo filho e esposa. O denunciante anônimo informou que o idoso era agredido por esses familiares.

Com a localização do imóvel, fomos até o local para verificar a denuncia e o fato é:

Para a família: O idoso (forte, comunicativo, independente), dono de terras, gastou uma quantia alta de dinheiro com uma possível “amante”. Os filhos, que são trabalhadores rurais dessas terras e de onde vem o sustento de sua família, descobriu o ocorrido e em um momento de nervoso, prensou o pai contra a parede, apertando fortemente o braço. A esposa, no auge de sua chateação ao descobrir que estava sendo traída, agrediu o marido com cabo de vassoura.

Para o idoso: O dinheiro é dele. Sobre a mulher que os filhos chamam de “amante”, ele afirma ser uma amiga que está com câncer, e tal dinheiro foi utilizado para auxiliar no tratamento, sem conhecimento da família.

A questão: trata-se de maus tratos conforme relatado ao Disque 100?

Quando falei no início do texto que a profissão de assistente social provoca reflexão dos valores, era pra refletirmos sobre esse caso.

Trata-se de maus tratos ou de uma agressão ocorrida, sendo fato isolado, provocado por uma atitude “imoral” do idoso?

O Disque 100 cumpriu seu papel de informar o órgão responsável municipal para verificação. Com certeza toda denúncia precisa ser verificada, porque sempre há pelo menos 2 versões do fato narrado.

Este texto vem com a proposta de informá-los sobre um importante canal de denúncias chamado DISQUE 100, e também para verificar o entendimento dos nossos leitores sobre maus tratos.

Participe, deixe sua opinião sobre este caso.

No próximo post falaremos sobre maus tratos perante a lei e quais providências são tomadas mediante confirmação.




Foto  por: Rodrigo Denúbila (A foto foi modificada)

Amanda Coleone

Assistente Social (CRESS:53.047)

Assistente Social Graduada em Serviço Social pela Instituição Toledo de Ensino - ITE Bauru. Trabalha como assistente social no Lar São Vicente de Paulo – Ibitinga/SP e também na Prefeitura Municipal de Itápolis/SP. Possui em seu currículo realização de trabalho voluntário junto da "The Salvation Army" (Canadá) e Rotaract Club de Ibitinga.



Artigos relacionados

Suicídio na Velhice

Para a Organização Mundial da Saúde (OMS) nenhum […]

Violência contra a pessoa idosa

Dia 15 de junho se comemora o Dia […]

Atividades cognitivas e artísticas para idosos com Alzheimer

O que é Alzheimer? A Doença de Alzheimer […]

A influência da música na amenização dos sintomas de Alzheimer em idosos

A música e seus elementos constitutivos (harmonia, melodia, […]

Gigi noticia



Pariticipe do nosso blog

Sugira um tema para a Gigi

Fique por dentro!

Inscreva-se para receber nossas newsletter e todas as novidades do Blog da Gigi.

Siga nossas redes sociais





© 2015 - 2022 Scaelife. Todos os direitos reservados.

Scaelife