Musicoterapia: a música em nossas vidas e no processo de envelhecer

por Gigi em 4 de abril de 2018
Roberta dos Santos Tarallo

Gerontóloga

Wanda Patrocinio

Mestre em Gerontologia

A música sempre acompanhou o envelhecer da humanidade, dando sentido aos momentos e às épocas, refletindo os sentimentos e sonorizando a realidade. Por sua capacidade de transcender ao tempo, a música ultrapassa séculos e gerações, inteiras e diversas, demonstrando as diferenças e as similitudes existentes.

Onde quer que haja um povo, uma cultura, a música está presente, nos rituais de passagens e afins. É pela música e com ela, que muitas vezes podemos entender o modo de ser de um grupo e de uma pessoa. A música reflete o que se conserva nas lembranças e consegue resgatar as reminiscências, reestruturando a história coletiva e individual.

A música é uma forma de linguagem que, por seu caráter de universalidade, possui a capacidade de fundir e ligar culturas, povos, gerações, pessoas, sentimentos, emoções, ao mesmo tempo em que as diferencia.

Música é movimento. O ser humano, desde seus primórdios gestacionais, percebe esta ação com o ritmo da respiração e os batimentos ainda no útero da mãe. Esse ritmo tem uma ordenação que envolve a contração e a descontração, entendendo o movimento do corpo.

A música e seus elementos constitutivos (harmonia, melodia, som e ritmo) implicam em musicoterapia, que é uma forma de tratamento que a partir do fazer musical durante o processo terapêutico, por meio do canal sonoro-musical, ajudará à expressão emocional e à criatividade, estimula a capacidade física e melhora as habilidades mentais e cognitiva, assim como a socialização, seja em grupo ou individualmente. A musicoterapia também desenvolve o potencial criativo a partir da linguagem musical.

De forma mais direta, para os idosos, a musicoterapia influencia marcadamente os resgates de memória e a ativação psicofísica, aliando movimento e emoção. A pessoa sente o prazer de cantar, tocar um instrumento, improvisar um som, criar e recriar música, bem como redescobrir as canções que fizeram e fazem parte da sua vida.

A música é a ponte para transitar a memória do profundo ao superficial do ser, levando à busca do autoconhecimento e ao crescimento pessoal. Desse modo, o tratamento com a música auxilia diretamente no resgate da identidade sonora, tendo por consequência a elevação da autoestima e autoconfiança.

Você ouve música todos os dias? Já ouviu música hoje? Conte-nos sua experiência musical, estamos esperando seu compartilhamento…




Referência:
Márcia Godinho Cerqueira de Souza. Musicoterapia e a Clínica do Envelhecimento. Elizabete Viana de Freitas e Ligia Py. Tratado de Geriatria e Gerontologia. Editora: Guanabara Koogan, 3 ed., cap. 128, pp.1429-1440, 2011

Foto por: Tricia

Roberta dos Santos Tarallo

Gerontóloga

Mestra em Gerontologia pela UNICAMP. Professora de Cursos Livres da empresa GeroVida. Voluntária da Associação Brasileira de Alzheimer, sub-regional Campinas.

Wanda Patrocinio

Mestre em Gerontologia

Idealizadora e Diretora da GeroVida – Arte, Educação e Vida Plena. Pedagoga, Mestre em Gerontologia, Doutora em Educação - UNICAMP. Professora, Pesquisadora e Terapeuta em Homeostase Quântica Informacional, Instituto Quantum.  Até junho de 2019 desempenhava o papel de professora do Programa de Mestrado de Gerontologia da Universidade Ibirapuera, UNIB, SP. Curso de Extensão em Psicogerontologia, PUC-SP. Curso de Estimulação Cognitiva com ênfase em memória para idosos, Pinus Longaeva, SP.



Artigos relacionados

Suicídio na Velhice

Para a Organização Mundial da Saúde (OMS) nenhum […]

Violência contra a pessoa idosa

Dia 15 de junho se comemora o Dia […]

Atividades cognitivas e artísticas para idosos com Alzheimer

O que é Alzheimer? A Doença de Alzheimer […]

A influência da música na amenização dos sintomas de Alzheimer em idosos

A música e seus elementos constitutivos (harmonia, melodia, […]

Gigi noticia



Pariticipe do nosso blog

Sugira um tema para a Gigi

Fique por dentro!

Inscreva-se para receber nossas newsletter e todas as novidades do Blog da Gigi.

Siga nossas redes sociais





© 2015 - 2022 Scaelife. Todos os direitos reservados.

Scaelife