O poder do Ômega 3 para a saúde.

por Gigi em 18 de julho de 2017
Naira C. Furlan Zago

Nutricionista (CRN: 20947)

Os ácidos graxos ômega 3 são um tipo de gordura, e são tidos como o único tipo de gordura que o organismo humano não consegue sintetizar,por isso são chamados de ácidos graxos essências.

Existem três tipos de ácidos graxos do tipo ômega 3:
– Ácido alfa- linolênico (ALA): encontrado principalmente em óleos vegetais, nozes e nas sementes de linhaça, é o tipo de ácido graxo mais comum na alimentação brasileira;
– Ácido eicosapentaenoico (EPA): obtido a partir do consumo de peixes (como o salmão) e leite;
– Ácido docosa-hexaenoico (DHA): assim como o EPA, é também encontrado no óleo dos peixes, sendo conhecido como “ômega 3 marinho”.

A maior parte dos benefícios do ômega 3 está associada ao EPA e ao DHA, e não ao ácido alfa-linolênico, que é de origem vegetal. Como o corpo é capaz de converter o ALA em EPA e DHA apenas em pequena proporção, o ideal é priorizar o consumo de ômega 3 de origem animal.

O ômega 3 é parte fundamental das membranas celulares, e pode interferir no mecanismo de sinalização presente em cada célula (receptor). Ou seja, o ácido graxo afeta a função dos receptores que se encontram na parte externa das células.
O ômega 3 pode ainda ajudar a reduzir inflamações associadas ao sobrepeso, reduzir as taxas de glicose sanguínea e melhorar quadros de artrite reumatoide e depressão.

De maneira simplificada, as principais propriedades do ômega 3 são:

– Formação da retina ocular;
– Síntese de hormônios;
– Funcionamento adequado do sistema imunológico;
– Formação das membranas celulares;
– Combate às inflamações;
– Manutenção da saúde da pele;
– Composição da bainha de mielina dos neurônios;
– Redução da pressão arterial;
– Atuação na comunicação química entre as células nervosas.
Fontes naturais de ômega 3

Confira os alimentos com maior teor de ômega 3 para você acrescentar regularmente à sua dieta:

– Salmão;
– Sardinha;
– Atum;
– Algas marinhas;
– Óleo de fígado de bacalhau;
– Sementes ou óleo de Linhaça;
– Chia;
– Nozes;

A melhor maneira de obter ômega 3 ainda é através da alimentação, mas é possível aumentar o consumo dos ácidos graxos com o uso de suplementos à base de óleo de peixe. É possível encontrar o nutriente na forma de cápsulas de 500 ou 1000 mg, que devem ser utilizadas mediante orientação profissional especializada.

Deixe seus comentários, participe e opine sobre o post.




Foto por Gustavo Fumero

Naira C. Furlan Zago

Nutricionista (CRN: 20947)

Nutricionista Clinica graduada na Uniara e pós graduada na USC. Trabalhou no hospital Beneficência Portuguesa de Araraquara por 10 anos como responsável técnica pelo sistema de fornecimento de refeições a pacientes e funcionários, atendimento hospitalar e ambulatorial. Atualmente atua em consultório com atendimento ambulatorial individualizado, com tratamento de obesidade com cirurgia bariátrica e  BIG



Artigos relacionados

Gentileza, tolerância e paz, uma realidade distante?

De coração, quero acreditar que a resposta para […]

Novembro Azul: Vamos falar sobre a saúde do homem?

o exterior a campanha do novembro azul é […]

A importância do autocuidado

Nesse post de hoje gostaria de refletir com […]

Como deve ser a casa do idoso?

Você concorda que a sua casa é o […]

Gigi noticia



Pariticipe do nosso blog

Sugira um tema para a Gigi

Fique por dentro!

Inscreva-se para receber nossas newsletter e todas as novidades do Blog da Gigi.

Siga nossas redes sociais





© 2015 - 2022 Scaelife. Todos os direitos reservados.

Scaelife