Perda de força muscular: envelhecer significa ficar fraco?

por Gigi em 1 de fevereiro de 2019
Ramon de Oliveira Scatolin

Fisioterapeuta (CREFITO: 214759-F)

A senilidade que é o processo fisiológico do envelhecimento traz consigo alguns declínios no funcionamento de todos os sistemas do corpo, entre eles o sistema musculoesquelético. Porém o que preocupa mesmo é a incapacidade de gerar força, que não está associado diretamente com a senilidade, mas sim com a falta de estímulos e exercícios a que o idoso é exposto.

Já foi comprovado que o condicionamento físico gerado através de exercícios de força podem prevenir diversas patologias, principalmente as cardiovasculares que são a maior causa de morbidade no mundo.

É muito comum sermos apresentado ao termo “sarcopenia” que é a perda de massa muscular, no entanto o termo correta para falarmos da perda da capacidade de gerar força é “dinapenia”.

Veja, alguém pode perder massa muscular, ter um músculo “menor” e gerar a mesma força de outro que tenha mais massa muscular, por isso a diferença na aplicação dos termo.

Nunca estaremos livres do efeito do tempo, mas podemos usar uma estratégia bem simples para que ele passe mais “devagar”, se exercitando e de preferência com exercícios resistidos, de força.

A capacidade da aplicação de exercícios bem planejados trazerem mudanças positivas é enorme.


Mesmo pensando naquele idoso que já está no processo avançado de dinapenia por exemplo, profissionais de educação física, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais entre outros são exemplos de profissões que poderão planejar conforme a necessidade de cada idoso a estratégia necessária para evitar que a força continua diminuindo e mais ainda, que haja o aumento dela.

Procure sempre um bom profissional, assim o seu resultado será mais eficaz e mais seguro protegendo sua saúde.

Agora você já sabe a diferença entre sarcopenia e dinapenia, também já sabe a importância do exercício físico de força e não fique deixando para amanhã, a sarcopenia por exemplo se inicia aos 25 anos.

Isso mesmo, em adultos jovens!!!


Até uma próxima! Um abraço à todos.




Foto por: cnort

 

Ramon de Oliveira Scatolin

Fisioterapeuta (CREFITO: 214759-F)

Graduado em Fisioterapia pela Universidade de Araraquara - UNIARA. Mestre em Ciências da Saúde pela Universidade de São Paulo - USP através do Programa de pós graduação em Reabilitação e Desempenho Funcional (PPGRDF) da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - FMRP. Diretor clínico do Instituto Trata - Joelho e Quadril na cidade de Ribeirão Preto - SP e Professor da pós-graduação  em Fisioterapia Ortopédica e Esportiva da Faculdade Inspirar do Instituto IPOG.



Artigos relacionados

O que é a pneumonia aspirativa? Você já ouviu falar em Disfagia?

Disfagia é a dificuldade de deglutir (engolir), o […]

Fisioterapia no idoso nas casas de repouso

Atenção! O post de hoje é um post […]

Coceira e desidratação em idosos

A pele é o maior órgão do corpo […]

Meu residente sofreu AVC, e agora?

Dia 29 de outubro comemoramos o Dia Mundial […]

Gigi noticia



Pariticipe do nosso blog

Sugira um tema para a Gigi

Fique por dentro!

Inscreva-se para receber nossas newsletter e todas as novidades do Blog da Gigi.

Siga nossas redes sociais





© 2015 - 2022 Scaelife. Todos os direitos reservados.

Scaelife