Usamos cookies para melhorar sua experiência no nosso site, acesse nossa Política de Privacidade e saiba mais. Ao usar o nosso site, você concorda com nossa política.

Aceitar Rejeitar

Terapia Ocupacional X Serviço Social

por Gigi em 26 de outubro de 2016

Olá pessoal, recebi uma sugestão de tema e o assunto de hoje será: diferença entre a profissão de Terapia Ocupacional e do Serviço Social.

A área de atuação de ambas é muito abrangente, mas por se tratar de um Blog voltado ao idoso, nos restringiremos a este tema.

Vamos lá! De modo simplório, a principal diferença entre ambas é que a área de abordagem do Terapeuta Ocupacional está inserida na Ciências Biológicas, enquanto o Serviço Social pertence às Ciências Humanas.

Dentro da Gerontologia (ciência relacionada ao idoso), o assistente social realiza atividades relacionadas ao idoso/comunidade, ou idoso/família buscando promover a independência, boa convivência comunitária, e garantia da conquista dos direitos em um âmbito social, através de oficinas de artesanato, dinâmica em grupo, entre outros. Enquanto o terapeuta ocupacional promove o desenvolvimento de suas atividades com enfoque no tratamento e reabilitação através de ações que proporcionem melhoria do quadro clínico apresentado, em geral, visando o atendimento de saúde.

Para melhor apresentação da diferença das atividades na prática, citarei um exemplo: o terapeuta ocupacional e o assistente social realizam uma parceria ao desenvolverem uma atividade com individuo ou grupo, cada um focando em sua área, onde em uma oficina de crochê, o terapeuta ocupacional se atentará, principalmente, na reabilitação funcional e motora dos movimentos realizados por aquele idoso, enquanto o assistente social trabalhará na relação de vínculos que tal atividade desperta, sendo esta uma oportunidade de aprofundamento em histórico familiar, conhecimento da realidade social vivenciada, entre outros fatores que influenciam diretamente o bem estar do idoso e que auxiliará no trabalho do assistente social com as pessoas conviventes com tal individuo.

Além deste exemplo, os terapeutas ocupacionais realizam com os idosos Atividades de Vida Diária (AVDs), isto é, tarefas e treinamentos relacionados aos hábitos do dia a dia com o intuito de promover a independência ao paciente, adaptando materiais e meios para que tais ações ocorram. Enquanto o assistente social utiliza as evoluções deste tratamento do idoso para a reinserção familiar e social.

Sendo assim, cabe dizer que tais profissões se complementam, mas com certeza, podemos afirmar que são muito diferentes.

Você é assistente social e/ou terapeuta ocupacional e gostaria de nos dar mais exemplos de cada profissão para melhor explicitação? Fique à vontade, comente nosso post. Toda informação é bem vinda e gostaríamos de saber a sua opinião.

Participe também, deixe sua opinião, sugestão e críticas.

Até a próxima.




Referência:

Foto por: Jonas Boni



Sobre o Autor

Amanda Coleone

Assistente Social (CRESS:53.047)

Assistente Social Graduada em Serviço Social pela Instituição Toledo de Ensino - ITE Bauru. Trabalha como assistente social no Lar São Vicente de Paulo – Ibitinga/SP e também na Prefeitura Municipal de Itápolis/SP. Possui em seu currículo realização de trabalho voluntário junto da "The Salvation Army" (Canadá) e Rotaract Club de Ibitinga.

Tags:



Leia mais: