Cuidado com a superdosagem de medicamentos para idosos

por Gigi em 13 de junho de 2017
Monica Cristina Ferro Leoncini

Farmacêutica (CRF: 47.800)

Na maioria dos países, a população idosa é a que mais cresce. No Brasil, a estimativa é que em 2030 o número de idosos já seja maior do que o de crianças com menos de 14 anos e em 2050 maior do que o de crianças e jovens com menos de 29 anos. O aumento da expectativa de vida e a redução da taxa de natalidade e as melhorias das condições sanitárias e de saúde são os principais fatores que levaram a essas mudanças no perfil demográfico brasileiro.

Um dos cuidados especiais que devemos ter com medicações para idosos é em relação a superdosagens. Veja a seguir:

À medida que envelhecemos, nosso organismo fica com muitas funções diminuídas, como a absorção pelo tubo digestivo, menor eliminação pelos rins e menor funcionamento das enzimas do fígado, além de uma circulação geralmente deficiente. Este conjunto de problemas faz com que os medicamentos fiquem muito tempo circulando no organismo até serem eliminados, o que pode causar superdosagem e intoxicação.

Os benzodiazepínicos, por exemplo: Diazepam, Rivotril, etc, provocam uma sedação maior durante o dia em idosos e se associam a um número maior de quedas e fraturas ósseas. Para evitar esse risco, deve-se iniciar com doses mais baixas e ir pouco a pouco aumentando a dose até que se atinja o objetivo terapêutico.

E também não é raro o idoso que toma remédios para pressão alta ter crise de hipotensão pela lenta eliminação do medicamento pelo organismo.

Então fique atento aos sinais e sintomas apresentados pelo idoso! Em alguns casos, basta um ajuste de dose para melhorar a qualidade de vida deles!

Confira mais dicas nos próximos posts!

Até lá!




Referência: www.hipolabor.com.br
www.medicinapratica.com.br
Foto: Jamie

Monica Cristina Ferro Leoncini

Farmacêutica (CRF: 47.800)

Farmacêutica formada na UNIARA - Araraquara, com Pós Graduação em Cosmetologia e Farmácia Clínica e Atenção Farmacêutica. Atualmente atua na Vigilância Sanitária do Município de Rio Claro na área farmacêutica, cosmética, de saneantes e produtos para saúde.



Artigos relacionados

O que é a pneumonia aspirativa? Você já ouviu falar em Disfagia?

Disfagia é a dificuldade de deglutir (engolir), o […]

Fisioterapia no idoso nas casas de repouso

Atenção! O post de hoje é um post […]

Coceira e desidratação em idosos

A pele é o maior órgão do corpo […]

Meu residente sofreu AVC, e agora?

Dia 29 de outubro comemoramos o Dia Mundial […]

Gigi noticia



Pariticipe do nosso blog

Sugira um tema para a Gigi

Fique por dentro!

Inscreva-se para receber nossas newsletter e todas as novidades do Blog da Gigi.

Siga nossas redes sociais





© 2015 - 2022 Scaelife. Todos os direitos reservados.

Scaelife