Usamos cookies para melhorar sua experiência no nosso site, acesse nossa Política de Privacidade e saiba mais. Ao usar o nosso site, você concorda com nossa política.

Aceitar Rejeitar

Vacinação em Idosos

por Gigi em 1 de abril de 2021


Ultimamente se fala e se ouve tanto sobre vacinação, principalmente dos idosos. Só que o foco e os holofotes estão, no momento, na vacina contra o COVID-19, mas não podemos nos esquecer das outras.



Outras? Sim! O idoso deve estar com a carteirinha de vacinação em dia e tem um plano de imunização próprio.



Assim como indivíduos mais novos e crianças, os idosos devem se vacinar e, por muitas vezes, estar mais atento às vacinas do que os jovens, tendo em vista que as alterações do envelhecimento fisiológico e as alterações patológicas podem interferir de forma negativa em sua imunidade.



Com alterações imunológicas os idosos podem se contaminar mais facilmente e/ou desenvolver quadros mais graves, caso se contaminem.



A Sociedade Brasileira de Imunizações em conjunto com a Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia, determinam um calendário vacinal que deve ser seguido.



Calendário de Vacinação do Idoso – SBIM


Vale ressaltar que algumas são oferecidas gratuitamente pelo SUS, sendo aplicadas nas Unidades Básicas de Saúde e outras apenas em clínicas particulares, como por exemplo, a vacina da herpes zoster, da hepatite A, etc. A pneumocócica pode ser oferecida pelo SUS também, mas apenas para os indivíduos com maior risco de infecção (como os residentes de Instituições de Longa Permanência de Idosos), sendo que os demais devem tomá-las na rede privada.



Alguns tipos de vacina, como por exemplo, contra a influenza, são anuais, outras são de dose única e outras com repetição com espaço de tempo maior (exemplo: Pneumocócica).



Já que falamos da vacina contra a Influenza (gripe), vamos dar uma ênfase especial nela. As campanhas de vacinação começam junto com o outono, que é quando o vírus começa a circular com maior frequência. A cada ano, a vacina disponibilizada é diferente da anterior, protegendo contra novas cepas do vírus. Por isso é fundamental tomá-la anualmente. O outono começou esse mês… você já se informou sobre a campanha de vacinação deste ano?



Leia Também: VOCÊ JÁ TOMOU A VACINA DA GRIPE?



Se está na dúvida de qual vacina você precisa tomar, é só levar sua carteirinha de vacinação à UBS mais próxima ou ao seu médico que eles te direcionam sobre qual(is) tomar.



O médico é um aliado importante quando o assunto é a vacinação do idoso. Alguns indivíduos, por estarem extremamente debilitados ou apresentarem patologias específicas, podem apresentar contra indicações à uma ou outra vacina.



Como não perder as datas?



Todas as vacinas são importantes para o aumento da qualidade de vida da população idosa, portanto, esteja atento e atualizado de todas as vacinas e imunização dos idosos. Sistemas e ferramentas que auxiliam no controle, agendamento e aviso das datas de vacinação são excelentes para manter em dia o calendário.



O software Scaelife é um sistema para casas de repouso e possui um controle de imunização com integração a agenda do idoso, conheça!






Imagem por: freepik



Referência: https://sbim.org.br/images/calendarios/calend-sbim-idoso.pdf



https://www.tuasaude.com/vacina-do-idoso/



https://sbgg.org.br/wp-content/uploads/2014/10/guia-de-vacinas.pdf




Sobre o Autor

Naira Salles de Moraes

Fisioterapeuta e Especialista em Gerontologia

Fisioterapeuta pela Universidade de Mogi das Cruzes , cursou especialização em fisioterapia em gerontologia pelo HCFUSP. Docente pela FMU-Laureate. Membro do corpo docente da Physiocursos -FABIC. Fisioterapeuta domiciliar e na ILPI Solar das Mercedes. Experiência de mais de 16 anos com atenção ao público idoso.

Tags:



Leia mais: