Causas da dor de dente, fique atento!

por Gigi em 11 de outubro de 2017
Daniel Bellenzani Mathias

Cirurgião Dentista (CROSP: 93601)

O dente possui no seu interior a polpa dental, que é um tecido inervado e com circulação sanguínea. A polpa dental é muito sensível a estímulos e traumas, como por exemplo, a dor provocada quando comemos um alimento muito gelado ou muito quente. Assim o dente responde aos diversos estímulos com a dor.

Existem diversas origens da dor de dente, vamos citar as duas mais comuns:

 Hipersensibilidade dentária:

O esmalte do dente ao longo do tempo pode sofrer um desgaste e expor a dentina, que transmite os estímulos diretos à polpa dental causando dor quando estimulada com o frio, calor ou ao toque. Ocorre também quando há retrações gengivais que expõem parte das raízes dos dentes, que são feitas de dentina. A dor causada na hipersensibilidade é sempre leve ou moderada e desaparece quando o estímulo é removido. O tratamento da sensibilidade pode ser realizado com cremes dentais para dentes sensíveis, em casos leves e sem patologia envolvida, e aplicação de vernizes protetores e restaurações recobrindo a dentina exposta, em casos mais graves.

Cárie:

Quando um dente tem cárie no estágio inicial, onde a cárie não é muito profunda, pode ocorrer dor a estímulos mais facilmente, ou seja, durante a mastigação, com uma bebida gelada ou quente.

Quando a cárie progride e se torna mais profunda, ela pode provocar uma inflamação da polpa dental, que inicialmente torna o dente muito sensível a qualquer tipo de estímulo, mas normalmente é uma dor suportável e que melhora com o uso de medições. Nesse caso quando removida a cárie a polpa dental tem condições de se recuperar e voltar ao normal, ou seja, é uma inflamação reversível.

Depois de todos esses sintomas se a cárie não for tratada ela pode alcançar a polpa do dente e provocar uma inflamação irreversível, que normalmente provoca muita dor latejante, e as medicações não são efetivas. Nesse ponto, o gelado pode provocar alivio e o quente provoca muita dor, o dente fica “mais alto” e toca primeiro que os outros dentes na mordida. A partir daí o dente precisa ser aberto e a polpa dental removida, pois ela não pode ser mais recuperada (tratamento de canal).

Em quase todos os casos de dor de dente os sintomas são semelhantes e muitas vezes misturados, e cada indivíduo pode responder de maneira diferente aos problemas dentais. Assim, em caso de dor, procure um profissional para avaliar sua origem, uma vez que a dor de dente mostra que existe algum problema.

Deixe sua dúvida ou sugestão!

Até mais!


Referência:

Foto por: Prefeitura de Itapevi

Daniel Bellenzani Mathias

Cirurgião Dentista (CROSP: 93601)

Graduado em Odontologia pela Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” UNESP - Campus de Araraquara. Especialista em Implantodontia pela APCD Araraquara/SP.  Atua em Consultório Particular desde 2008.



Artigos relacionados

Gentileza, tolerância e paz, uma realidade distante?

De coração, quero acreditar que a resposta para […]

Novembro Azul: Vamos falar sobre a saúde do homem?

o exterior a campanha do novembro azul é […]

A importância do autocuidado

Nesse post de hoje gostaria de refletir com […]

Como deve ser a casa do idoso?

Você concorda que a sua casa é o […]

Gigi noticia



Pariticipe do nosso blog

Sugira um tema para a Gigi

Fique por dentro!

Inscreva-se para receber nossas newsletter e todas as novidades do Blog da Gigi.

Siga nossas redes sociais





© 2015 - 2022 Scaelife. Todos os direitos reservados.

Scaelife